segunda-feira, janeiro 09, 2006

Comercial apropriado....

Coca-Cola gera polêmica ao usar genocida em propaganda

Uma nova campanha da Coca-Cola na televisão gerou polêmica nos Estados Unidos. A empresa usa a imagem do imperador mongol da Idade Média Gêngis Khan, conhecido como "Grande Matador", para promover a venda do refrigerante.
Segundo nota publicada na edição online da revista Advertising Age, o filme "New Fritz" tem recebido críticas tanto de consumidores quanto de agências de publicidade norte-americanas, que consideram a polêmica peça "um estimulo à violência".
No filme, o personagem principal (Fritz) inventa uma máquina do tempo e leva para o passado produtos que só existem atualmente. A Coca-Cola faz sucesso - inclusive entre figuras históricas, como a francesa Joana D'Arc - e obriga Fritz a continuar viajando no tempo.
Quando sua máquina do tempo quebra, Fritz provoca a ira de Gêngis Khan, líder que comandou o exército da Mongólia nas conquistas da Mesopotâmia, Pérsia, Afeganistão, Paquistão e norte da Índia.
A AdAge cita a propaganda como uma das primeiras ações da nova chefe de marketing da Coca-Cola, Mary Minnick, apelidada no mundo da publicidade por "Scary Mary". Minnick é conhecida por endossar campanhas polêmicas e de formato pouco ortodoxo.

FONTE: INVERTIA