quinta-feira, novembro 17, 2005

Só noticiam o que vem de fora.....rsrsr Sobre o "laudo", silêncio absoluto!

Cidade italiana boicota Coca-Cola por abuso contra trabalhadores
Quinta, 17 de Novembro de 2005


A câmara dos vereadores da cidade italiana de Turim baniu refrigerantes e sucos fabricados pela Coca-Cola dos escritórios e repartições públicas do município. A decisão foi tomada por causa de acusações de exploração de trabalhadores pela empresa nas fábricas da empresa na América Latina.
Turim receberá em fevereiro as Olimpíadas de Inverno, evento patricinado pela Coca-Cola. A decisão da câmara é vista como provocação por executivos da multinacional na Itália, já que o debate sobre o tratamento dos empregados da empresa na América Latina já teria sido "encerrado".
Os vereadores decretaram o boicote uma semana após o anúncio feito por uma associação de moradores de Roma, que pretende bloquear as ruas durante a passagem da tocha olímpica pela cidade.
O prefeito de Roma, Walter Veltroni, se reuniu com um dos representantes da Coca-Cola no país, Nicola Raffa, para tentar resolver o impasse. Segundo ele, a rota do revezamento não vai mudar.
"Não temos nada a esconder, operamos na maior transparência possível", afirmou Raffa, em resposta às críticas feitas contra as condições de trabalho na América Latina. O executivo prometeu levar líderes das associações de Roma e Turim para uma visita à fábrica da Coca-Cola na Colômbia no início de 2006.
Raffa deve se encontrar também com o prefeito de Turim, Sergio Chiamparino, na próxima segunda-feira. A idéia é mostrar a importância da Coca-Cola como principal patrocinadora das Olimpíadas de 2006

Fonte: INVERTIA com A.Press