sexta-feira, setembro 30, 2005

Será que dessa vez é pra valer?

JUSTIÇA MANDA DOLLY PAGAR EXAME NA COCA-COLA

A justiça paulista acaba de determinar que seja feito um exame para verificar se algum componente da Coca-Cola possui substância presente na folha de coca. A decisão, do juiz Luiz Fernando Cirillo, da 31.a Vara Cível, faz parte de um processo movido pela coca-cola contra o empresário Laerte Codonho, dono da Dettal-Part, empresa que detem a propriedade da marca de refrigerantes Dolly.
A multinacional processou Codonho porque, no ano passado, a Dolly colocou outdoors questionando se a Coca tinha ou não folha de coca. A justiça determinou a retirada dos outdoors. Há dois anos a Dolly briga com a Coca-Cola na justiça e em órgãos de defesa da concorrência.
Na sentença em que determina o exame, o juiz Cirillo é duro com Codonho. Estabelece que o empresário é quem tem que arcar com os custos do exame, diz que a “fabricação e o consumo do refrigerante Coca-Cola são autorizados, sem que se cogite de efeitos entorpecentes”, e que “a Coca Cola tem direito de obter reparação de dano decorrente da imputação de efeitos entorpecentes a produto com sua marca”.
Procurada, a Coca-Cola diz que colocará a disposição da justiça, laudo pericial realizado em 2000, pelo instituto Nacional de Criminalística, do Ministério da Justiça, que atesta não ter sido encontrada substância entorpecente no refrigerante. “Reafirmamos a segurança do nosso produto” informa nota da empresa, acrescentando que os seus refrigerantes são autorizados em mais de 200 países.
O empresário Laerte Codonho afirma que já contestou no processo judicial a utilização do laudo de 2000.” Para fazer o refrigerante. Adiciona-se acido fosfórico, que mascara tudo. É preciso realizar o exame no extrato vegetal, que é importante para fazer o concentrado em Manaus”, diz.
Codonho enfatizou que, mesmo um exame no extrato não vai apontar exitência de cocaína, O que apareceria, segundo ele, é um outro alcalóide, derivado da folha de coca.” E a Lei Brasileira de entorpecentes é clara. Não permite a utilização de folhas de coca e suas preparações. Isso quer dizer que a tolerância a alcalóides é zero”.
O pedido do exame no extrato vegetal é também motivo de outro processo, que corre no Superior Tribunal de Justiça(STJ). Na semana passada, o Ministro Francisco Peçanha enviou ofício ao presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo e ao juiz da 31ª Vara informando que o STJ tem interesse em acompanhar o exame.


Fonte: Valor Econômico 26/09/2005

sexta-feira, setembro 16, 2005

Vindo a tona....

Eixo Coca-Cola-DNA - 1 Acaba de ser descoberto um eixo entre a Coca-Cola e a agência DNA, de Marcos Valério, o que até pode justificar demora nas denúncias de elisão e sonegação fiscal e a paralisação do exame do extrato vegetal usado para fabricar o refrigerante: na lista da CPI aparece Luis Costa Pinto, da empresa Idéias, Fatos & Texto, com saques de quase R$ 600 mil. Ele é assessor de João Paulo Cunha (sua mulher, Márcia, também sacou R$ 50 mil) e contratado pela Coca-Cola para defender seus interesses junto a parlamentares. Segundo Adriana Antunes, ex-secretária de Jack Corrêa (trabalhou com ele entre 1999 e 2003), principal lobista da Coca-Cola, há anos, “semanalmente, havia repasse da Coca-Cola para a DNA”. Ela lembra que não achava sentido o pagamento porque “não era a agência da Coca-Cola” e questionava porque “Brasília pagava uma agência de Minas Gerais”. Adriana lembra que os repasses eram feitos via transferência bancária pelo Banco Itaú e Corrêa operava diretamente com Marcio Hiram, ex-sócio de Marcos Valério e também envolvido.
Eixo Coca-Cola-DNA – 2 Adriana Antunes lembra ainda que eram constantes os contatos entre Jack Corrêa e Delúbio Soares e Silvio Pereira: “Esse Delúbio é um mal-educado, grosso e eu odiava ter que ligar para ele”. A ex-secretária de Jack Correa também assegura que eram constantes os contatos entre os lobistas e Clara Ant que, na época, também funcionava na arrecadação para campanhas e hoje é secretária particular de Lula. Para quem tem memória curta: Jack Corrêa, no passado, foi peça-chave no impeachment de Collor. Foi ele que deu o Elba Fiat, trabalhando para a montadora, que ajudou a levar o ex-presidente a seu impedimento. Ao lado da ética A Coca-Cola, a propósito, é uma das mantenedoras, ao lado da AmBev, Souza Cruz e Esso, da ETCO, uma ONG que defende a Ética Concorrencial a batalha contra a pirataria, presidida pelo ex-deputado Emerson Kapaz


Fonte: Giba Um

Batendo duro...

Criada sob o rótulo de chapa branca, a CPI do Mensalão deu um duro golpe no Palácio do Planalto ao aprovar a convocação do deputado federal e ex-presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), e do deputado estadual José Nobre Guimarães (PT-CE), irmão de José Genoíno. A convocação de João Paulo pode deflagrar a maior crise político-empresarial do país, pois será inevitável a convocação de Luiz costa Pinto, o Lulinha, assessor de comunicação do deputado petista, e de representantes da Coca-Cola. Lulinha, João Paulo e a Coca-Cola mantinham um acordo de alcova, cabendo a Luiz Costa pinto a incumbência de defender a gigante dos refrigerantes no Congresso Nacional. E mais: a Coca-Cola era uma dos maiores clientes privados da agência DNA

Fonte: Gazeta do Oeste

terça-feira, setembro 06, 2005

Manifestantes Contra A Coca-Cola São Atacados Pela Polícia

Cerca de 100 manifestantes que se aproximavam da fábrica da Coca-Cola em Plachimala, Kerala, ao sul da Índia, foram atacados pela polícia no mes passado. Eles exigiam o fechamento definitivo da fábrica. 4 manifestante ficaram seriamente feridos e foram hospitalizados. Leia a reportagem.

domingo, setembro 04, 2005

Falso Vírus

extraído do site http://www.quatrocantos.com/lendas/52_coke.htm


Falso vírus Coke.exe
Esse é o tipo de aviso de vírus perigoso. Quer dizer, o aviso é muito perigoso. Mais perigoso do que o verdadeiro vírus, o W32/Coke.22312, incapaz de fazer os horrores descritos na mensagem.

A mensagem fala de um protetor de tela contendo o "perigoso vírus" Coke.exe. Mentira. Não existe um vírus de nome Coke.exe a se propagar dessa maneira.

Existe, sim, o vírus W32/Coke.22231, mas ele se propaga através de arquivos anexados a mensagens, através de documentos do Word 97 e de arquivos executáveis. Ele não se propaga a partir de um protetor de tela.

E onde está o perigo de mensagens desse tipo, de aviso de um falso vírus com o nome parecido ou igual ao verdadeiro vírus? A mensagem, com todas as características de uma verdadeira pulha virtual, cria confusão de forma que o verdadeiro vírus pode ser confundido com o falso.

E daí?
Daí que muita gente, ao deparar com o verdadeiro W32/Coke.22231 (Vecna ou Cocaine), pode confundi-lo com o falso vírus, deixar-se contaminar e, eventualmente, contaminar outros computadores.

Felizmente, o verdadeiro Coke, o W32/Coke.22231 não é tão perigoso quanto o anunciado na mensagem do falso vírus. Ele não é capaz de destruir todas as informações do seu computador nem tampouco de espalhar, para o mundo, as suas mensagens e a sua senha.

E como saber se o vírus descrito numa mensagem é falso ou verdadeiro?

Quando você receber uma mensagem sobre um vírus afirmando:
-"não abra o arquivo sob nenhuma circunstância" (há quem diga "...sobre nenhuma circunstância" :-)
-nenhum fabricante de antivírus conseguiu produzir uma vacina ou um programa capaz de neutralizá-lo;
-a AOL, a IBM, a Symantec, a Microsoft, a CNN, o Jornal da Silibrina ou a Silibrina Software INC. confirmou a periculosidade do tal vírus;
-o vírus foi descoberto "ontem"; ele destrói o seu disco rígido
então tenha a certeza de que você está diante de um falso vírus.

O texto da mensagem anunciando o falso vírus Coke.exe é idêntico ao texto que descreve o MacMeBig, outro falso vírus. A comparação abaixo mostra as coincidências.

MacMeBig e Coke.exe

Você pode receber um protetor de telas do MacDonalds, aparentemente inofensivo, intitulado "MACMEBIG".
Se você recebê-lo NÃO ABRA O ARQUIVO SOB NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA - e delete-o imediatamente. Se você abrir esse arquivo aparecera a mensagem em seu monitor "eat a big mac and go to hell" , e em seguida PERDERÁ TUDO QUE TIVER EM SEU PC e a pessoa que o enviou terá acesso ao seu nome, e-mail e password.
Trata-se de um vírus que começou a circular em 24/06/2001
Foi criado por um hacker que acusa a multinacional McDonalds de utilizar carne com componentes genéticos modificados em seus hamburgers.

Você pode receber um protetor de telas da Coca-Cola, aparentemente inofensivo, intitulado "Coke.exe"
Se você recebê-lo NÃO ABRA O ARQUIVO SOB NENHUMA CIRCUNSTANCIA e delete-o imediatamente. Se você abrir esse arquivo aparecera a mensagem em seu monitor "drink a coke and go to hell" em seguida PERDERÁ TUDO QUE TIVER EM SEU PC e a pessoa que o enviou terá acesso ao seu nome, e-mail e password.
O vírus foi criado por um hacker que acusa a multinacional The Cocacola Company de utilizar componentes não identificáveis em seu xarope.

Veja mais sobre o W32/Coke.22231.A.

sexta-feira, setembro 02, 2005

URGENTE! Multinacional Precisa De Explicadora.

É.... dessas que crianças do ensino fundamental tanto utilizam, depois que acabam o turno da escola. Será que alguám se habilita? Confira no post abaixo.


Ecologistas versus Coca Cola
Por Blanca Abarca*

A engarrafadora é acusada de apoderar-se de recursos hídricos em uma zona de El Salvador onde a água é escassa. Mas a empresa de refrigerantes assegura que cumpre as normas ambientais internacionais.

SAN SALVADOR.- A filiada da engarrafadora Coca Cola em El Salvador se defende de acusações de ter se apoderado dos escassos recursos hídricos de uma região desse país, onde os rios que não secaram ou desapareceram devido à mancha urbana estão contaminados. A Engarrafadora Salvadorenha (Embosalva), pertencente ao consórcio Agrisal, destinou quase três anos e US$ 23 milhões para construir Nixtapa, sua segunda fábrica, no município de Nejapa, um importante cinturão de jazidas aqüíferas. Entretanto, a companhia, com 120 empregados que engarrafam dez mil caixas diárias de Coca Cola e outras bebidas gasosas, mudou-se para esse local depois de ter esgotado os mananciais de Soyapango, onde sua primeira unidade começou a funcionar em 1979, denunciou o diretor do Centro de Estudos de Tecnologia Apropriada, Ricardo Navarro.

Nos municípios de Soyapango, Ilopango e San Marcos, o serviço de água potável funciona apenas oito horas por dia e a qualidade da água não garante saúde aos moradores, o que faz crescer o mercado de água em garrafas, revela o Relatório de Desenvolvimento Humano 2001 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Cerca de 350 mil moradores de Soyapango são abastecidos com água procedente das reservas subterrâneas de Nejapa, pois os rios próximos estão poluídos, secaram ou desapareceram devido à intensa urbanização. Navarro lamenta que as autoridades não tenham recursos para medir a quantidade de água que a empresa extrai. “Primeiro deve-se garantir que as pessoas tenham água. A Coca Cola, como bebida, não é mais importante”, disse o ecologista. As leis salvadorenhas não obrigam a pagar direitos de exploração, usufruto ou compensação pelo uso de fontes hídricas. Grupos ambientalistas afirmam que as multinacionais de refrigerante contribuem para a crise global da água. Em mais duas ou três décadas não haverá água suficiente no planeta para atender as necessidades humanas e contribuem com essa catástrofe pelo menos dez companhias multinacionais, incluída a Coca Cola, afirmam os canadenses Maude Barlow e Tony Clarke em seu livro “Blue Gold”.

A empresa Embosalva garante que em 2002 obteve o certificado ISO 14001, que atesta a adesão de uma empresa às normas ambientais internacionais em vigor. Em 18 meses foi construída uma unidade para tratamento de líquidos residuais, ao custo de US$ 1,5 milhões. “Nos preocupamos em preservar os recursos naturais. Somos a primeira empresa salvadorenha e a primeira engarrafadora da Coca Cola da divisão Norte, que inclui do México à Colômbia e Caribe, a cumprir a norma ISO 14001”, afirmou José Carlos Bonilla, presidente da Embosalva. A companhia conta com programas de reflorestamento, dispõe de um viveiro que fornece árvores durante as campanhas “Missão Planeta” e patrocina jornadas de coleta de lixo plástico. Dessa forma, destaca Bonilla, a empresa aplica uma política de responsabilidade com o meio ambiente.

* A autora é jornalista e colaboradora do Terramérica.
Terramérica: Água
Terramérica: Mesoamérica

Relembrando....

Obviamente todos aqui lembram do João Paulo , Ex- Presidente da Camara dos Deputados, que "engavetou" por muito tempo o pedido de audiência para investigar a Cocacola e depois o pedido do exame do Extrato vegetal, numa atitude até então inexplicável....João Paulo, tinha como acessor principal o Sr. Luiz Costa Pinto, o Lula, que paralelamente era contratado para defender os "interesses" da Cocacola em Brasilia. João Paulo esta em vias de perder seu mandato por meter a mão em grana suja, ou "mal explicada". Foi incluido na lista de Deputados que a relatoria da CPI enviou para o conselho de ética.

E do João Magno? Alguém se lembra? Pois vou refrescar a memória de todos. Joao Magno, foi o Deputado que na sessão da Comissão da Camara dos Deputados, que investigava a Cocacola, ao ouvir um Deputado questionar o Presidente Brian Smith sob se havia ou não, derivados da folha de Coca no produto, levantou-se arrogantemente e sem explicação(até então) e gritou autoritariamente, "A sessão está encerrada!!!". Salvando assim o Presidente Brian de uma situação limite.
Pois bem, João Magno também foi relacionado pela relatoria da CPI, para ter seu mandato cassado. Também meteu a mão em grana "sem origem definida", pra usar um termo leve.
Pra ser mais exato, R$ 350.000,oo....

Nada como o tempo.....

quinta-feira, setembro 01, 2005

JORNALISMO SAFADO

O Ministério da Agricultura esteve ameaçando a Coca (não a ina) de proibir a venda em território nacional, porque não conseguem confirmar se as informações nutrucinais constantes das embalagens (que são obrigatórias) são verdadeiras. A coca se recusa a informar os produtos utilizados na confecção do xarope que compõe o refrigerante. Esta notícia: ¨Coca Cola é proibida de ser vendida no Brasil¨, que seria de primeira página em todos os jornais do mundo, não foi nem ventiliada nos jornais e televisões do Brasil. Por que? Simples. A coca é quem mais gasta em propagandas e qualquer veículo que noticiasse isto, perderia a mamata dos milhões em publicidades que faturam todo ano.Conclusão. Politico e Jornalista são tudo farinha do mesmo saco. Só se acha honestos no Cemiterio São Pedro.
enviado por nicodemos às 12:07 2 comentários

do blog de MIRRAS E ALÓES

"PREVENIDA, REMEDIADA ESTÁ"



Depois de ter que mobilizar recursos absurdamente altos, utilizar vários lobistas, e sofrer processos na justiça sem previsão para encerramento nos Estados Unidos; a Coca-Cola, mundo afora, está se previnindo e trocando as ofertas em seu portfolio, antes que a troquem por um outro fornecedor.

Polonia: Coca-Cola vai retirar refrigerantes das escolas básicas 24.08.2005 - 16h40 Lusa

A Coca-Cola vai retirar os seus refrigerantes das escolas do ensino básico polaco, substituindo-os por garrafas de água e sumos de fruta, devido aos receios públicos em relação à obesidade infantil, anunciou hoje a empresa.
Iwona Sarachman, porta-voz da filial polaca da Coca-Cola, assegurou que quando os alunos do ensino básico voltarem às escolas, em Setembro, não vão encontrar cola ou outros refrigerantes açucarados nas máquinas de venda automática. A empresa garante que tomou esta decisão voluntariamente, após acompanhar o debate público que na Polonia se tem feito sobre a obesidade infantil.