terça-feira, julho 19, 2005

Relembrando...Etimologia de um nome...


COCA: “Arbusto cujas folhas encerram vários alcalóides, entre eles a cocaína”.

COLA: “Árvore cujos frutos contêm grandes sementes com alto teor de cafeína e outros alcalóides”. No Brasil, algumas espécies de Cola levam o nome de orobó, ervilha-de-pombo, obi, etc.

A HISTÓRIA - Em 1886, em Atlanta (USA), o farmacêutico John Styth Pemberton inventou um tônico à base de folhas de coca, caroços de cola e caramelo, bastante eficaz contra a ânsia de vômito, dor de cabeça, ressaca e cansaço.No dia 08 de maio de 1886, o xarope começou a ser vendido em sua farmácia, a Jacob´s Pharmacy, por cinco centavos o copo. “A Coca-Cola surgiu quando, acidentalmente, John Pemberton misturou água gasosa ao seu xarope”. Foi com base nos componentes da fórmula que o contabilista da casa, Frank Robinson, batizou a bebida com o nome Coca-Cola.Um ano antes de falecer, Pemberton vendeu sua fórmula para outro farmacêutico, chamado Asa Griggs Candier, por 2.300 dólares. Assim, em 1887, nascia a Coca-Cola Company. Em 1919 Asa Candier foi eleito Prefeito de Atlanta e vendeu a Coca-Cola por 25 milhões de dólares para Ernest Woodruff e um grupo de investidores. Se naquela época a empresa já havia chegado ao Canadá, Havaí e México, hoje ela se encontra em 200 países do mundo e registra um superávit anual na casa dos Cinco Bilhões de dólares.
Na Audiência Pública da Câmara Federal, realizada em 17 de junho de 2004, o Deputado André Luiz, citando o livro “Isso sim, É Real”, de César Azambuja, afirma que “Uma das substâncias usadas na fabricação do xarope da Coca-Cola é extraída da folha de coca e que a importação dessa substância é feita à margem das leis brasileiras”. “A pasta é feita à base de folhas de coca e é importada da Bolívia e Peru pela Stepan Chemical Company, única empresa americana autorizada a importar o produto para uso medicinal, além de servir como aromatizante para a Coca-Cola – confirma John O´Brien, gerente da Stepan Company”. Como os dirigentes brasileiros da multinacional se recusam a falar da Mercadoria Número 5, só mesmo o Ministério da Saúde e a Polícia Federal para explicarem o quê, de fato, a Coca-Cola está nos vendendo e como chegou à liderança do mercado nacional. (I K F)