sexta-feira, julho 08, 2005

Coca-Cola De Volta Ao Iraque

Depois de 37 anos de exílio, a Coca-Cola volta ao Iraque para competir com a Pepsi. A expectativa é de um mercado dos mais lucrativos, já que os consumidores lutam contra a escassez de água e qualidade questionável de produtos alimentícios, com a guerra desenhando o cenário de hostilidade.
Banida do país em 1968 por supostas ligações com Israel, o Oriente Médio fez a opção pela Pepsi, e mesmo depois do fim do boicote em 1991, guerras e sansões impediram a volta da Coca á região. Este retorno tem como alvo 26 milhões de consumidores.