sexta-feira, abril 08, 2005

INOVAÇÃO POLÊMICA

Analistas do mercado, consumidores e Organizações Não Governamentais ligadas à alimentação e saúde questionam lançamento de produtos com componentes ativadores e bloqueadores dos receptores contidos na boca, responsáveis pelo paladar.

A Nestlé, a Coca-Cola, a Campbell Soup e a Kraft Food, entre outras, contrataram a companhia de biotecnologia Senomyx para desenvolver aditivo alimentar que atue diretamente nos receptores da boca responsáveis pelo gosto. Modificando a sensação em relação aos alimentos, as indústrias conseguiriam cumprir melhor a demanda para a alimentação mais saudável, já que, induzindo os receptores a não sentirem falta do açúcar e do sal, por exemplo, passariam a reduzir quase que a zero a inclusão desses ingredientes tão perseguidos na atualidade e focar toda a atenção na fonte das sensações. Este lançamento revolucionário figuraria no rótulo dos produtos como “sabores artificiais” e não como “regulador do paladar” como deveria constar. O porta-voz da Senomyx, anuncia a ação como uma limpeza do rótulo, mas alguns críticos reconhecem essa atitude como geradora de filhotes do rótulo da Coca-Cola, referindo-se ao tratamento que a Coca-Cola dispensa à mercadoria #5.

Instituições ligadas à saúde se preocupam com a ausência de testes suficientes para garantir a segurança do consumidor quanto a modificação dos antigos produtos, mas a pressa pelo lucro não permite esperar esta garantia. A novidade está prevista para estar disponível nas prateleiras dos supermercados a partir da primeira metade do próximo ano. Executivos da Coca-Cola enxergam a inovação como uma possibilidade de carona para a aceitação definitiva da composição original do xarope da bebida mais famosa da marca.

Por S. Braaten
Fonte: Estrela do Norte; Coluna do Consumidor; 08/04/2005