domingo, fevereiro 20, 2005

1886 : Enfim, a filha...

Em 25 de novembro de 1885, Atlanta e o condado de Fulton aprovaram a lei seca, entraria em vigor em 1 de julho de 1886.
Os remédios a base de vinho tinham seus dias contados. Convencido das virtudes da folha de coca e da noz de cola, Pemberton começou a trabalhar uma fórmula alternativa. Fez isso durante todo o inverno, até a primavera de 1886, testando como um obcecado a nova bebida "da temperança", na base de coca e cola. Testava com o público vendendo-a no balcão da Jacobs´Pharmacy. Em abril daquele ano, acreditou ter chegado a fórmula ideal. Faltava-lhe um nome, o que foi sugerido por Frank Robinson, um de seus sócios, por descrever seus dois principais ingredientes. Coca e cola.
Por setenta anos o fato do nome derivar claramente dos seus ingredientes, obrigou os advogados a redigir arrazoados jurídicos dizendo justamente o contrario. Em 1959, o presidente da The Coca Cola Company referia-se a ele como "um nome aliterativo, sem sentido, mas imaginoso", numa clara tentativa de negar o passado, a origem, e porque não dizer......o presente.

Informações e transcrições retiradas do livro Por Deus, pela pátria e pela Coca-cola de Mark Pendergrast, edição de 1993, "sumido" das livrarias brasileiras.