segunda-feira, janeiro 10, 2005

Lobistas Tentam Ganhar Tempo

Analistas do mercado global acompanham trabalho dos lobistas da Coca-Cola e consideram performance deles imediatista.
Depois da matéria do jornal O Globo, da matéria da revista Época, dos preparativos para matérias televisivas - todas visando encrencar a vida de autoridades compromissadas com investigação sobre a conduta irregular da Coca, agora surgem outras fontes com os mesmos indícios de intenção para o desvio do foco que compreende uma verdadeira fábrica de escândalos: a teia que protege a impunidade da Coca-Cola.

Máscara Insólita
Escritório de advocacia do Rio de Janeiro oferece dossiê à policia, revelando informações sobre espionagem feita pela Coca-Cola à empresa Dolly, na disputa pelo mercado de refrigenantes.

Na nota entitulada 'Lameiro' publicada na coluna do Boechat (JB de ontem, domingo 09/01) fica até difícil saber quem mais encobre o óbvio.
Abaixo na íntegra:

LAMEIRO
O escândalo envolvendo a filial brasileira da Kroll em crimes de espionagem privada caminha para um capítulo igualmente cabeludo.
Dossiê elaborado por um conceituado escritório de advocacia do Rio, para gentil oferecimento à polícia, revela que a agência de detetives andou espalhando grampos a serviço da Coca-Cola, no bojo da disputa da multinacional com a Dolly.
A revelação pode ser cortina de fumaça para ocultar verdadeiros mandantes das escutas ilegais.