segunda-feira, dezembro 20, 2004

As Práticas Anti-Competitivas Da Coca-Cola

Comissão Governamental da Costa Rica acolhe denúncias contra a Coca-Cola pela segunda vez este ano

Comissão Para Promover A Competência na Costa Rica (Coprocom), acolheu denúncia contra a Coca-Cola, apresentada pela firma Ajecen Del Sur, que fabrica as bebidas gasosas Big Cola.

A investigação preliminar visa colher provas que determinem se há ou não há práticas anti-competitivas por parte da Coca.

No documento, a empresa expõe que foi vítima de "impedimentos supostamente indevidos" por meios judiciais para evitar o funcionamento de sua engarrafadora na Costa Rica.

Outra queixa foi a de destruição e a alteração da publicidade dos produtos da Ajecen feita no interior e exterior das lojas de divulgação.

A companhia peruana interrompeu suas operações na Costa Rica desde agosto passado após haver sido indiciada e pagar 3 milhões de dólares.

Conforme as normas locais, o resultado da investigação só estará pronto em um mês e meio.

Em junho passado, a mesma Comissão comprovou práticas anti-competitivas contra a PepsiCo, condenando a Coca-Cola em seguida.

Fonte:AP
http://www.azcentral.com/spanish/business/articles/business_82550.html