quarta-feira, dezembro 29, 2004

Cortesia Com Chapéu Dos Outros

Na Índia pós-tsunami, as comunidades que já estavam passando fome devido a degradação da água e lavoura causada pelas fábricas da Coca-Cola, agora recebem água embalada das engarrafadoras como doação.
A Coca-Cola, chamada para contribuir, juntamente com as outras multinacionais do país, com as vítimas da catástrofe, preferiu comparecer com a água extraída ilegalmente das comunidades pela companhia, do que com ajuda financeira.

fonte: http://news.mantraonline.com/forbreakingnews.jsp?id=181954

quinta-feira, dezembro 23, 2004

O Exemplo Da India Colou

O norte dos Estados Unidos está de olho nas práticas de suas corporações no exterior. Sabem que o que é praticado lá fora, mais tarde pode acontecer no ambiente doméstico. No caso abaixo, as autoridades vêm acompanhando o problema da Coca e da Pepsi na Índia, o que fez com que agissem imediatamente após a inspeção à fábrica. Impedindo com isso um desastre.

A EPA ( Environmental Protection Agengy) – Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, entrou com uma queixa administrativa contra a Hondo Inc., engarrafadora da Coca-Cola em Winsconsin por não ter implementado o Plano de Gerenciamento de Risco na fábrica, violando desta forma o Clean Air Act.

A multa proposta é de 121.137,00 dólares, a ser paga pela fábrica localizada na West Brown Deer Rd., Milwakee.

A amônia com o anidrido que são comumente utilizados nos sistemas de refrigeração comercial, podem ser fatais caso sejam inaladas por um longo período de tempo. Causam queimaduras na pele, irritação nos olhos, no nariz e na garganta. Juntos, formam um potente pesticida.

Fonte: http://www.epa.gov/region5/news/news04/04opa227.htm

quarta-feira, dezembro 22, 2004

O Gosto Da Coca Cola Mudou

O Mundo Precisa De Respeito
Movimento Contra A Coca-Cola Não Para de Crescer No Mundo Todo
Símbolo da liberdade, da juventude e da globalização, a Coca-Cola nas últimas décadas não tem conseguido mais mascarar direito suas engrenagens de custo-benefício, que mantinham sua imagem em dia como detentora do título de maior marca do mundo.


Tanto que, a maior marca do mundo, também é hoje objeto do maior aumento do número de ONGs que lutam pelas diversas causas de violação que a própria Coca pratica neste planeta.

Denúncias de assassinatos e tortura na Colômbia, depredação da água dos lençóis freáticos e a fabricação de bebidas com pesticidas na Índia, utilização de água da torneira para a venda de sua marca engarrafada, organizações de cartel na Europa, descumprimento das normas contra a AIDS na África, utilização de trabalho infantil na América Latina, nos Estados Unidos a rejeição quanto aos sindicalistas (maior sindicato da Coca no mundo - os Teamsters), além de processos judiciais pelos 5 continentes e da nossa já bem conhecida guerra Dolly X Coca-Cola.

A situação chegou a tal ponto que, portar uma latinha de Coca-Cola nas instalações de uma Universidade de Nova York, significa parar para se explicar diversas vezes pelo caminho.

O gosto da coca cola mudou. A bebida doce e refrescante parece não trazer mais o prazer que até o final do século passado representava a cultura e o poder do American Way Of Life.

segunda-feira, dezembro 20, 2004

As Práticas Anti-Competitivas Da Coca-Cola

Comissão Governamental da Costa Rica acolhe denúncias contra a Coca-Cola pela segunda vez este ano

Comissão Para Promover A Competência na Costa Rica (Coprocom), acolheu denúncia contra a Coca-Cola, apresentada pela firma Ajecen Del Sur, que fabrica as bebidas gasosas Big Cola.

A investigação preliminar visa colher provas que determinem se há ou não há práticas anti-competitivas por parte da Coca.

No documento, a empresa expõe que foi vítima de "impedimentos supostamente indevidos" por meios judiciais para evitar o funcionamento de sua engarrafadora na Costa Rica.

Outra queixa foi a de destruição e a alteração da publicidade dos produtos da Ajecen feita no interior e exterior das lojas de divulgação.

A companhia peruana interrompeu suas operações na Costa Rica desde agosto passado após haver sido indiciada e pagar 3 milhões de dólares.

Conforme as normas locais, o resultado da investigação só estará pronto em um mês e meio.

Em junho passado, a mesma Comissão comprovou práticas anti-competitivas contra a PepsiCo, condenando a Coca-Cola em seguida.

Fonte:AP
http://www.azcentral.com/spanish/business/articles/business_82550.html

sábado, dezembro 18, 2004

Bigode Branco É Fashion

Autoridades da Alemanha fazem pressão para o leite ser a bebida carro-chefe da próxima Copa do Mundo em 2006 na terra da cerveja.

Christian Wulff, governador da Baixa Saxônia, foi um dos que escreveram carta aberta ao chefe da FIFA, Sepp Blatter e ao organizador do comitê Franz Beckenbauer na última sexta-feira, exigindo a venda de leite durante a Copa do do Mundo nos estádios da Alemanha.

Experiência em um dos estádios em Hannover, onde Wulff está baseado, prova que os torcedores de lá, atualmente têm forte preferência pelo leite quando oferecido como opção a um refrigerante. "Torcedores de futebol também gostam de leite", ele disse. "Se não pode o bigode da cerveja, que seja o do leite".

A Coca-Cola, detentora dos direitos exclusivos para venda de bebidas não-alcoólicas nos estádios de futebol, nega a declaração de Wulff, que ela tenha banido a venda de leite durante a Copa do Mundo. A Companhia alega que devolveu os direitos à FIFA há dois meses atrás.

fonte: http://www1.pressdemocrat.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20041217/APS/412170715


direto da assessoria da Dolly, na íntegra:


DEPUTADOS FEDERAIS DENUNCIAM QUE COCA-COLA TENTA CERCEAR TRABALHO DE INVESTIGAÇÃO

Multinacional agora tenta desviar foco de atenção, evitar análise do Extrato Vegetal e continuidade das investigações no Congresso Nacional.

Discussão pega fogo na Comissão de Defesa do Consumidor

São Paulo - Até onde vai o despiste da Coca-Cola? Até quando a empresa usará seu poder econômico para abafar denúncias, tentando criar factóides para desviar o assunto? Essas perguntas ecoaram muito fortes essa semana nos corredores do Congresso Nacional, e preocupam especialmente os deputados federais da Comissão de Defesa do Consumidor, muitos dos quais vêm sendo vítimas diretas de fortes pressões e ataques, incluindo denúncias que tentam fragilizá-los.

Entre eles, os maiores alvos vêm sendo o próprio presidente da Comissão, deputado Paulo Lima (PFL/SP), além de Celso Russomano (PPB/SP) e Renato Cozzolino (PSC/RJ), este último autor do requerimento que solicita a verificação de existência de componentes de folhas de coca na formulação dos produtos. Essa análise já requerida e solicitada pelo Ministério da Justiça - somente após forte empenho pessoal dos parlamentares - transformou-se no Calcanhar-de-Aquiles da gigante Coca-Cola.

2005: ASSUNTO NÃO VAI MORRER, GARANTEM PARLAMENTARES
O feitiço, como sempre, vira contra o feiticeiro. E os deputados (e senadores também) estão cada vez ficando ainda mais interessados em esclarecer várias questões, que incluem além da análise, as denúncias de sonegação e elisão fiscal, concorrência desleal e abuso de poder, entre outras, contra a Coca-Cola.

Quanto mais pressão sentem, quanto mais vêem as ações da Coca-Cola nos corredores e na mídia mais percebem outra máxima, citada abertamente nas conversas, e agora com mais e novas adesões, de outros deputados que também vem percebendo a jogada: "Onde há fumaça há fogo" "Se não houvesse nada por que toda essa operação?". Enfim, por que não respondem à simples pergunta: o extrato vegetal contém folha de coca? Sim ou Não?

Nas duas últimas semanas, duas publicações do Grupo Globo publicaram estranhas e confusas matérias insinuando - sem qualquer fato concreto ou prova - que os deputados estariam utilizando seus trabalhos nas comissões para pressionar grandes empresas. Todos os deputados citados "coincidentemente" estão ligados justamente e de alguma forma às investigações que vêm mostrando a verdadeira face e as ações da Coca-Cola. Seja contra uma empresa nacional, a Dolly, ou as suas falcatruas contra o país, na área tributária, e também junto ao consumidor.

"Está havendo clara tentativa de coação e constrangimento", denunciou da tribuna da Comissão que preside o deputado Paulo Lima. "Queremos respeito ao nosso trabalho e à nossa Comissão", adverte. Paulo Lima encaminhará à Procuradoria da Câmara, ocupada pelo deputado Luis Fleury ( PTB/SP) ofício solicitando a apuração e a representação da Câmara, junto aos veículos que publicaram as estranhas matérias e junto à Coca-Cola e um de seus executivos, Jack Correa. Numa das matérias, o incorrigível lobista da multinacional, Jack Correa, já denunciado inúmeras vezes por suas ações pouco convencionais, deu a entender que os deputados teriam tentado "cobrar" alguma coisa.

"Eu o desafio: se ele paga alguém, que diga então quem é. Ao contrário, o que sabemos é que é justamente ele quem assina o contrato com a Coca-Cola do jornalista Luis Costa Pinto, que também é o assessor do Presidente da Câmara, e que esse jornalista foi contratado para atuar junto às Comissões. Gostaria de saber é como o senhor Jack explica isso", denunciou Paulo Lima, mostrando mais uma vez os contratos feitos em 2003, e que também serão encaminhados ao Procurador.

"MINHA VIDA VIROU UM TUMULTO E EU ESTOU APENAS BUSCANDO A VERDADE", INDIGNA-SE COZZOLINO
Para o deputado Renato Cozzolino, autor do requerimento 1866, que solicita a análise do Extrato Vegetal, paira hoje uma dúvida importante sobre a cabeça do consumidor brasileiro, preocupado com a saúde de sua família. Indignado com as acusações, ameaçado até de cassação, Cozzolino se surpreende com as pressões que vem enfrentando desde que começou as investigações. "Eles podem estar cometendo um grave crime contra a Saúde Pública", observa, citando a verdadeira peregrinação que há mais de seis meses solicita a análise do Extrato Vegetal. "Eles querem mudar o foco, nos transformar em criminosos, insuflando conflitos internos inclusive entre os deputados. Não vão conseguir. Não vão desviar o foco, pelo menos o meu: eu quero saber a origem do Extrato Vegetal, se contém derivados de folhas de coca. E vou até o fim", garante.

Por sua vez, o deputado Celso Russomano também tem feito pronunciamentos contundentes identificando na Coca-Cola o foco das pressões e das insinuações. "Não admito. Tenho uma história. Já abri mão do meu sigilo fiscal e bancário. Também estou tomando as providências legais. Agora eu quero ser investigado. Porque eu vou continuar fazendo meu trabalho, sim, denunciando tudo o que considero errado. Foi para isso que fui eleito. Não sou ligado a empresa nenhuma. Nem à Coca. Nem à Dolly. Nem a qualquer outra. Não admitirei ser acusado", garante.

Marli Gonçalves - Jornalista - MTb 12.037ASSESSORIA DE IMPRENSA DA DOLLY REFRIGERANTESTel. (11) 9186-0085 - marligo@uol.com.br

fonte: http://www.maxpressnet.com.br/NS/noticia.asp?TIPO=PA&SQINF=163151

sexta-feira, dezembro 17, 2004

A Pressão É Para Fechar As Fábricas

.


Segundo o The Research Foundation For Science, Technology and Ecology, Instituições e grupos de pressão de toda a Índia pretendem formar correntes humanas em volta de 87 fábricas da Coca-Cola da PepsiCo, na Ação Contra Empesas De Refrigerantes Baseadas Nos Estados Unidos, pedindo 0 fechamento de todas elas por produzirem produtos tóxicos.

Leia mais:
http://www.channelnewsasia.com/stories/afp_asiapacific_business/view/122560/1/.html
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2004/12/300826.shtml

quarta-feira, dezembro 15, 2004

A Globo E A Coca-Cola

Será que a Rede globo resolveu tomar as rédeas do caso que está abalando o Império de seu maior patrocinador neste país?

Quem assistiu pela tv as audiências na Câmara dos Deputados, com os presidentes da Dolly e da Coca-Cola, não pôde deixar de se indignar: o desrespeito, a falta de compostura e a falta de compromisso reinaram soltos por parte da Coca-Cola.

Não é segredo pra ninguém, em nenhuma parte do mundo, que a Coca passa por momentos difíceis em todos os seus segmentos; e aqui no Brasil, entre outras batalhas impróprias, há quase dois anos que a Coca vem tentando apagar a Dolly Refrigerantes de sua rotina competitiva.

Tentativas como ameaças, denúncias descabidas referidas ao presidente da Dolly, manutenção de prestador de serviços que faz dobradinha de consultor do Presidente da Câmara, adiamento de sessões no Congresso, imposição de Ramazzinis, etc; apesar do empenho da Coca, não conseguiram deter o andamento das investigações contra suas práticas, das quais o resultado muitos cidadãos brasileiros aguardam.

A se julgar pelos dois últimos finais de semana, onde jornalistas expuseram sem base verídica; primeiramente na revista Época, e no domingo seguinte em matéria ao jornal O Globo, apontando parlamentares que trabalham com a regularização da bebida coca-cola no Brasil, como suspeitos de levarem vantagem com investigações sobre a mesma, demonstra a intenção clara de desviar a atenção do assunto em foco: as irregularidades da Coca-Cola.

Que as investigações sigam paralelas.
Mas que nenhuma atrapalhe a outra.

O que se discute agora, é a impressão que deixa a Globo através de seus veículos de comunicação em relação ao caso Dolly X Coca-Cola:
Que tentou até o último minuto não noticiar um caso dífícil de se mascarar.
Mas, que por conta da inaptidão da Coca-Cola, foi obrigada a entrar de sola no assunto antes que não houvesse mais meios de controle. Havia o risco de emissoras concorrentes saírem na frente com o furo de reportagem.

A impressão que fica é que a "imcompetente Coca-Cola", depois de ter gasto todos os seus 'cartuchos', apelou. Afinal, mal comparando, assim como Beria a Stalin, Goebbles a Hitler, Chu En-Lai a Mao Tse-Tung e Blair a Bush, a Globo não poderia deixar de atender à Coca-Cola.

P/S: Onde sairá a próxima matéria indutiva da Globo para o próximo final de semana? revista.... já foi, jornal..... já foi.
É capaz de sair no Fantástico......

E No Museu Da Coca Na Bolívia........

A Coca-Cola compra folha de coca da Bolívia desde 1886
Stephan Company separates cocaine from the coca leaves and the remainder is used for flavoring food products.
Coca Cola Company purchases coca leaf from Bolivia since 1886.
There is no cocaine in Coca Cola since 1902.
Clique aqui para dar uma volta pelo museu da coca na Bolívia.

"COKE OFF CAMPUS"

.
.
.
fotos de Teresa Graiff - março/2004
na Carlton University

A operação COKE OFF CAMPUS iniciada em março deste ano em todas as universidades do estado de Minnesota nos Estados Unidos, termina 2004 com taxa perto de 1 dígito de vending machines nos campus universitários. Os estudantes já comemoram.......

fonte: Minneapolis Star

segunda-feira, dezembro 13, 2004

"É NA FOLHA DE COCA? É NA FOLHA DE ALFACE? É NA FOLHA DE COUVE?"

Por décadas, durante e após os anos da ditadura militar neste país, o povo brasileiro ia dormir se perguntando .... "Quem matou......?" se referindo a algum personagem de novelas da Janete Clair, cuja pergunta as novelas de Gilberto Braga não demoraram para herdar após a morte de Janete, mestra e inspiradora de Gilberto.

Nos dias de hoje, em pleno século 21, nas madrugadas de final de de semana, muitos brasileiros só vão dormir depois de assistir o programa 100% Brasil da REDE TV. Tanto que, uma cena comum em ambientes de trabalho no dia seguinte, na segunda-feira, seja no comércio, indústria, etc, é a formação de grupos para discutir a resposta para a pergunta que o deputado Renato Cozzolino, mesmo debaixo de tantos tipos de pressão, insiste em fazer: "Qual a Origem do Extrato Vegetal?"

O povo quer mesmo saber o que está consumindo. No caso, se referindo à mercadoria #5, contida na composição do xarope da coca-cola. Será que vai conseguir?

Uma coisa temos que admitir, de assassino de novela para a composição do refrigerante mais consumido por nós brasileiros, o foco da preocupação de nosso povo evoluiu. Mérito atribuído mais que justamente ao presidente da Dolly, Laerte Codonho.

domingo, dezembro 12, 2004

Em Muitas Universidades De Nova York

Coca-Cola Não É Mais Isso
E Não Está Nem Mais

A Representante da Coca-Cola Lori Billingsley discursa para os estudantes, membros dos comitês anti-coca-cola da NYU. Reparem nas bebidas à mesa.....

Na maioria das vezes por exigência dos alunos de suas próprias Universidades em Nova York, os contratos de exclusividade da Coca-Cola com as instituições de ensino não estão sendo renovados, levando a companhia a repensar estratégias de distribuição e vendas.. Comitês de direitos humanos, passeatas, palestras e movimentos contra a companhia exigem o boicote à bebida.

fonte: http://www.nydailynews.com/boroughs/story/261090p-223616c.html

sexta-feira, dezembro 10, 2004

Tubaínas Mundo Afora E O Consumo Ético

O jornalista Alcino Leite Neto, da Folha de São Paulo, bebe Mecca-Cola e discorre sobre o "comercio justo" no mundo globalizado.
Leia aqui

Os 4 Impactos Da Coca-Cola

Clique aqui para ver as imagens
- IMPACTO SOCIAL; trabalho escravo, trabalho infantil, práticas anti-sindicalistas
- IMPACTO AMBIENTAL; poluição, organismos geneticamente modificados, violação das leis de proteção ao meio-ambiente
- IMPACTO HUMANO; violação aos direitos humanos, lavagem de dinheiro
- INFUÊNCIA PREJUDICIAL SOBRE A DEMOCRACIA; Colômbia, Filipinas, Estados Unidos, Índia e Paquistão

fonte: http://www.boicotpreventiu.org/Marcas_priorizadas/Fitxa_Cocacola_llarga.pdf


Sob o título de Benvindos À Coca-Cola, ONGs em defesa de várias áreas da biosfera constroem dossiê contra a companhia que detém a marca mais valiosa do mundo. Confira um pouco do trabalho destas ONGs:

www.transnationale.org
www.multinationalmonitor.org
www.opensecrets.org
www.pangea.org/ecologistesenaccio/cat/temes/espais/cola/cola.htm
www.newint.org/issue135/real.htm
www.terrelibere.it/cocacola2_esp.htm#_ftn7
http://www.sinaltrainal.org/boikot/boico/imagenes.html
http://www.indiaresource.org/campaigns/coke/index.html
www.boicotepreventivo.org
www.iepe.org/econoticias/022003/26022003mundo_agua.htm
www.homestead.com/perc/files/cvompanies/cocacola.htm
www.hotkey.net.au/~gargoyle/CDL/BoycottCocaCola/
www.colombiasolidariety.org.uk/cocacolacampaign.html
www.parousie.com/boycott/

Coca-Cola: Pare De Roubar Água Do Mundo.


PASSEATA DOS GUERREIROS DA ÁGUA NA ÍNDIA

Há cerca de um ano, foi realizado um encontro mundial em Nova Délhi, na Índia, chamado Fórum Mundial da Água. Ativistas de mais de 60 países se reuniram para forçar a colaboração internacional para deter o roubo de água do mundo.

Um dos maiores compromissos que surgiu deste fórum, foi o lançamento de uma ofensiva mundial contra as corporações-chave que são os maiores exploradores dos recursos hídricos do mundo. As comunidades de toda a Índia têm sido testemunhas de como uma companhia – a “the Coca Cola Company” - retira grandes quantidades de água de seu país para produzir suas bebidas. As consequências têm sido nefastas, fazendo com que a terra secasse e se contaminasse por causa dos despejos da empresa.

Os cidadãos da Índia, no estado de Uttar Pradesh fizeram uma marcha de 150 milhas desde uma empresa engarrafadora da Coca Cola até outra, para manifestar sua oposição ao uso massivo de água da Coca Cola e à contaminação da terra.

fonte: http://www.realworldradio.fm/modules.php?op=modload&name=News&file=index&catid=43&newlang=x_brazilian_portuguese

quinta-feira, dezembro 09, 2004

Rótulo Completo Com Aviso De Pesticidas No Produto

A Suprema Corte da Índia está exigindo que a Coca-Cola e a PepsiCo explicitem nos rótulos de seus produtos os ingredientes da composição de suas bebidas, além do conteúdo de pesticidas e outros agentes químicos.

fonte: http://www.usatoday.com/money/industries/food/2004-12-07-coke-pepsi_x.htm

quarta-feira, dezembro 08, 2004

Coca-Cola Nicaragua - Um "thriller" da FEMSA

terça-feira, dezembro 07, 2004

Como Consertar A Coca-Cola

A revista Fast Company fez pesquisa e apurou:
http://www.fastcompany.com/magazine/88/how-to-fix-coke.html

0800611997

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou a retirada do mercado de 130 remédios ditos similares, por não terem apresentado comprovação de eficácia dentro do prazo determinado pela Agência.

A coca-cola, bebida das mais consumidas no mundo depois da água, é suspeita de conter derivado da folha de coca, considerado entorpecente e ilegal em muitos países, em seu concentrado. No Brasil, foi solicitado à Polícia Federal o exame laboratorial da mercadoria #5, apontado como sendo derivado da folha de coca, componente do xarope da bebida. Nem por isso a ANVISA ao menos sugere a suspeita sobre o produto. A Coca-Cola não cumpre a lei que determina a identificação clara dos igredientes contidos no produto. Mas com ela ninguém mexe. Será que existe uma explicação dentro da lei para esta exceção?

Que tal ligar para o Disque Saúde e perguntar?

segunda-feira, dezembro 06, 2004

A Sofrida Abstinência

Com o encerramento dos contratos de muitas escolas de ensino fundamental e médio nos Estados Unidos com a Coca-Cola, rolou crise de abstinência pra todo lado. Alguns alunos usuários da bebida, relatam em blogs suas sofridas experiências, como no exemplo abaixo.
http://kaosfusion.com/blog/archives/2004/05/26/illegal-coke-eh/

domingo, dezembro 05, 2004

Polêmica das latinhas celulares continua......

.
CULPADA
POR REVELAR DADOS CONFIDENCIAIS
Foco da campanha do último verão nos Estados Unidos, as latas de coca-cola com GPS, que ao mesmo tempo funcionam como celulares com identificador de chamada, continuam dando trabalho e preocupação às autoridades daquele país.

100% BRASIL EM NOVO DIA:

Domingo, logo após VINHO À MESA, na Rede TV.
Universidade Americana Estuda Guerra Com Tubaínas. Clique Aqui

sexta-feira, dezembro 03, 2004

Recapitulando......


Tem coca na Coca
30/09/2004- Desvendado um dos componentes da Mercadoria número 5. Tá boiando? ''Mercadoria número 5'' é a secreta parte da composição da Coca-Cola, o Extrato Vegetal que jamais teve seu conteúdo desvendado em seus mais de 60 anos de existência. E olha que muita gente já tentou descobrir, de espiões da concorrente Pepsi, à grande parte dos órgãos fiscalizadores brasileiros.

Mas em entrevista ao programa 100% Brasil, da Rede TV!, o ex-executivo da multinacional, Placídio José Mendes, revelou que derivados da folha de coca são alguns dos ''ingredientes'' da ''receitinha'' mais valiosa da história da ''culinária'' mundial.Mostrando documentos e mantendo um discurso coeso, Mendes bem sabe do que fala: ele foi o responsável pela liberação do tal Extrato Vegetal no Brasil, mesmo sem antes passar pelos devidos testes.

O uso de derivados de Coca no Brasil é proibido por causar dependência física e psíquica. E como nenhum órgão público conseguiu investigar a fórmula, o caso foi parar no legislativo: no início de maio foi aprovado requerimento que solicita a análise do Extrato Vegetal. Por enquanto, o pedido continua parado, esperando decisão do presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT/SP). O executivo também explicou que o uso de derivados de folhas de coca é imperceptível em análises no produto final graças ao uso de ácido fosfórico, que hemogeiniza a ação das substâncias, e também revelou que tais ''ingredientes'' não são tal segredo da fórmula. O segredo mesmo, aquele guardado a sete chaves, nem ele sabe...

Nos EUA, sabe-se que a empresa é responsável por cerca de 99% da produção de folhas de coca de todo o produto legalmente comercializado no mercado internacional, o que já prova o uso da substância. Mas a Coca divulga que no produto final, apenas um extrato ''descocainizado'' das folhas é utilizado. Detalhe: No processo de extração do alcalóide das folhas, a empresa produz também algumas dezenas de quilos de cocaína. Parte disso é destruída. Outra parte é utilizada em pesquisas médicas ou como anestésico em cirurgias.

IG JOVEM
fonte: http://www.ufogenesis.com.br/noticias/noticias.asp?noticias=2085

quinta-feira, dezembro 02, 2004

Há pouco tempo atrás, a Coca-Cola contava essa história....

Origem da coca-cola
Você sabe de onde vem a "coca" que dá nome à Coca-Cola? Pois bem, deve-se à presença, nas primeiras décadas de produção, de xarope de coca na formulação da Coca-Cola. Isso mesmo, o xarope vem das folhas de coca, de onde é extraída a cocaína - C17H21NO4.

Antes que seus efeitos nocivos fossem reconhecidos, tornando-a uma droga ilegal, a cocaína, isolada das folhas de coca por médicos em 1800, era recomendada como anestésico e estimulante, sendo muitos os que ficaram encantados com seus miraculosos efeitos. Sigmund Freud recomendava o consumo de cocaína aos seus pacientes, em função de seus benefícios, chegando a escrever um tratado sobre o tema intitulado Über Coca. Sherlock Holmes, o célebre detetive criado por Sir Arthur Conam Doyle, em várias de suas histórias é descrito como contumaz usuário da cocaína, numa solução 7%.


John Sith Pemberton ao criar a fórmula da Coca-Cola, em fins do séculio XIX, apenas copiou a fórmulação do chamado "Vin Mariani", elaborado por Angelo Mariani, e que nada mais era do que uma solução de cocaína em vinho. Porém Pemberton fez uma importante adição à fórmula de Mariani: a noz de cola africana (cola é a denominação genérica de várias árvores da família das esterculiáceas, originárias da África. Seu fruto, chamado noz de cola, contém alcalóides).

Fonte: Farias, R. F. Para gostar de ler a História da Química. Vol. 2. Campinas: Editora Átomo.

quarta-feira, dezembro 01, 2004

"ins-piração" coca-cola

Os americanos pensam em concorrente para a coca-cola
leia abaixo:

Fumaça......?
devolva essa tragada para uma lata!

"Eis uma idéia que pode chamar a atenção de muita gente: Como muitos usuários estão cientes, maconha, marijuana, herva, verdinha, mary jane, e seja lá mais os outros nomes que o chamam, se trata de um produto ilegal nos Estados Unidos.

Por que então não ter produtos derivados da maconha enlatados e vendidos ao público? Chega a ser tão fenomenal quanto água engarrafada. Não há lei por aqui restringindo a utilização de produtos derivados de substâncias ilegais. A coca-cola contém derivado da folha de coca. E a 65 cents de dólar o refrigerante. Qualquer um pode beber.

Podemos até ter o endosso do Cornnuts and Pringles.

E a coca-cola, contém ou não contém cocaína?
Desde 1903 a Coca-Cola tem tido muitos problemas envolvendo a remoção da cocaína de suas folhas de coca. A recente "descocainização" das folhas de coca nunca é feita em totalidade. A quantidade de cocaína na coca-cola é tão incrivelmente mínima e a toxidade do concentrado é tão bem mascarada, que nem mesmo é possível mensurá-la. O que torna a atual coca-cola, para efeitos práticos, sem cocaína."

fonte: http://www.halfbakery.com/idea/Smoke