domingo, novembro 07, 2004

Costa Rica Saiu Na Frente

A Costa Rica foi o primeiro país no mundo a condenar a Coca-Cola por concorrência desleal

Coca-Cola é condenada na Costa Rica por monopólio
(Internacional - 24.06.2004)

A Coca-Cola foi condenada pela Comissão para Promover a Concorrência, órgão do Ministério da Economia da Costa Rica, por práticas monopolísticas cometidas nesse país, depois de uma denúncia apresentada pela concorrente Pepsi, em 2001. A comissão, disse Sittinfeld, declarou a Coca-Cola culpada "por impor preços e exigir cláusulas de monopólio em seus contratos, especialmente com pequenos comerciantes".
Por estas ações, a Coca Cola deverá pagar uma multa de pouco mais de US$ 156 mil e acatar uma série de medidas,dentre as quais como não fixar preços de venda que os comerciantes tenham que praticar. Além disso, deverá permitir que os pequenos estabelecimentos que utilizam os congeladores de sua marca possam guardar qualquer outro tipo de refrigerantes nele.
O representante da Pepsi na Costa Rica, Rolando Chacón, destacou, em entrevista coletiva, que em nenhum país do continente condenou-se uma empresa como a Coca-Cola por suas práticas tendentes ao monopólio, pois só há ações similares na Europa.
Por sua vez, a Coca-Cola afirmou ontem, em um comunicado, que respeita a decisão da comissão, mas que esgotará os recursos legais que dispõe: "Seguiremos os caminhos legais estabelecidos pela legislação da Costa Rica com o fim de apresentar todos os argumentos necessários para reafirmar à comissão que nossas atividades comerciais cumprem e sempre cumpriram as leis ", assinala a nota.
A resolução da Comissão especifica que durante um ano verificará o cumprimento dessas disposições. A Coca-Cola tem agora um prazo de dois meses para apresentar à comissão um recurso. Se este for rejeitado, ainda pode questionar nos tribunais locais.


(Com informações da Agência EFE).

Fonte:
http://www.espacovital.com.br/asmaisnovas24062004o.htm