quarta-feira, agosto 04, 2004

Consumo Ético

A primeira edição da REVISTA O Globo de 01/08, traz reportagem com título As Compras do Bem. É de se louvar a iniciativa, posto que, a referência imediata aponta para empresas como Coca-Coca, Mc Donald’s, Gap, L’Oreal; mega-anunciantes da mídia ‘mainstream’, a Globo inclusa.
Comportamento que já não é tão incomum entre cidadãos contribuintes bem-informados das grandes cidades brasileiras, pois tornou-se importante conhecer o nível de responsabilidade social das Companhias produtoras e distribuidoras, antes de adquirir ou consumir um produto. Para quem acompanha o caso Dolly X Coca-Cola pela Rede TV, não há como não se interessar pelo assunto. O consumo politicamente correto está tomando conta do mundo, conforme mostra a reportagem. Somente “na Grã-Bretanha, este mercado movimentou o equivalente a R$ 120 bilhões em 2002”. “Segundo o Instituto de Pesquisa Mori, 52% dos britânicos boicotaram alguma marca ou grande corporação naquele ano”.
O Consumo ético chega para revolucionar o nosso ‘modus-vivendi’ de forma bem abrangente: “abrir uma conta bancária, pegar um ônibus ou tomar um cafezinho, abraçam conceitos que vão desde conservação do meio-ambiente até as práticas do ‘fair trade'. É indispensável saber se fornecedores não estão envolvidos em diferentes tipos de abusos comumente praticados pelas gigantes transnacionais no terceiro mundo. Brasileiros que chegam do exterior com comportamento de consumo ético são rapidamente tomados como exemplo por aqui. É um mercado que só tem a crescer.

Para saber mais:
www.ethicalconsumer.org/
Ethical Consumer magazine